PERIODONTIA

 

O que é doença periodontal?

    Doença periodontal é uma doença infecto-inflamatória que acomete a gengiva e os tecidos de sustentação do dente, como o cemento, o ligamento periodontal e o osso. Caracteriza-se pela perda de inserção do ligamento periodontal e destruição do tecido ósseo adjacente. A evolução deste processo leva à perda dos dentes, pois o comprometimento e a destruição pela ação bacteriana, acúmulo de tártaro e inflamação destas estruturas colaboram para a formação de bolsas periodontais que levam à mobilidade dentária.

 

O que causa as doenças periodontais?

    A placa bacteriana. Esta inimiga dos dentes e da gengiva é fruto de uma escovação não eficiente, onde na maioria das vezes a falha está na falta do uso do fio dental.

    Algumas alterações na gengiva podem estar associadas a alterações hormonais e ao uso de alguns medicamentos específicos.

 

Como é o tratamento?

    O tratamento da gengivite (inflamação superficial) é realizado apenas com uma profilaxia em consultório odontológico, normalmente em uma única sessão.

    O tratamento da periodontite (inflamação profunda) consiste na remoção do tártaro e placa bacteriana de toda estrutura do dente. Normalmente a periodontite atinge um grande grupo de dentes, portanto o tratamento deve ser realizado em etapas. O número de dentes que serão tratados por consulta depende da gravidade da doença e da destreza do profissional. Em casos leves e moderados normalmente o tratamento se divide em quadrantes, em 4 consultas, já em casos mais avançados o procedimento é dividido por sextantes, sendo tratado em torno de 3 a 4 dentes por sessão.

    Hoje o tratamento é otimizado com o uso de aparelho de ultra-som, o que diminui consideravelmente o tempo de consulta e proporciona um pós-operatório menos traumático.

    Em alguns casos é necessário o uso de antibióticos concomitante ao tratamento mecânico e em casos extremos é necessário o tratamento cirúrgico.

 

Como é possível prevenir as doenças periodontais?

    Com uma boa escovação e o uso de fio dental. É importante realizar uma profilaxia, limpeza em consultório odontológico, a cada 6 meses, a fim de remover o tártaro formado neste período antes que o mesmo prejudique a estrutura dentária.

 

Qual é a relação entre doenças periodontais e outras doenças?

    As doenças periodontais podem ocasionar problemas respiratórios, doenças cardícas, AVCs e dificultar ou impedir o controle dos níveis de insulina em diabéticos.

 

Qual a relação da doença periodontal com o cigarro?

    O fumo causa uma vasoconstrição periférica na gengiva, ou seja, queima os vasos sanguíneos periféricos. As células de defesa do nosso corpo não conseguem chegar ao local da agressão, portanto com a presença de tártaro nos dentes há um dano consideravelmente maior nos fumantes do que nos não fumantes.

    A gengiva dos fumantes, mesmo com a presença de placa bacteriana e tártaro, não costuma sangrar devido a esta vasoconstrição, deixando a impressão que o periodonto está sadio.

 

Como eu sei se estou com problema na gengiva?

    A melhor maneira de diagnóstico é em consultório odontológico, portanto nas consultas periódicas de profilaxia o profissional faz a avaliação do estado do periodonto. Existem alguns sinais que podem ajudar no diagnóstico pelo próprio paciente, como sangramento, vermelhidão ou inchaço na gengiva, mau hálito persistente ou frouxidão de um ou mais dentes.

 

Diferenciais:

    O Centro odontológico Dal Pizzol realiza os tratamentos periodontais com equipamento de ultra-som piezoeletrônico o que propicia um tratamento mais rápido, muito eficaz e com muito menos trauma ao paciente.

 

 Texto escrito na íntegra pelo dr. Mauro Dal Pizzol. Cópias não autorizadas.

(51) 3592-6006 | contato@clinicadalpizzol.com.br