EXODONTIA

 

   A perda de um dente gera danos irreversíveis à estrutura do seu entorno, acarretando em reabsorção óssea e retrações gengivais. A médio prazo a perda dentária gera migração dos dentes vizinhos e alteração na oclusão, podendo desencadear dor de cabeça, bruxismo e prejuízo estético. Hoje existem diversas maneiras de evitar a extração do dente por cárie profunda ou fratura coronária, desde tratamento de canal otimizado e com resultados previsíveis até o uso de pinos de fibra de vidro e reconstruções de dentes utilizando impressora 3D. Existe casos onde a fratura ou a cárie ultrapassam os limites seguros para uma boa reabilitação, impedindo uma perfeita adaptação de próteses ou restaurações. Nestes casos a exodontia é a melhor opção. Existem situações onde a extração é necessária para se obter uma adequada correção ortodôntica, e outras onde sisos nascem mal posicionados ou em locais que impedem uma boa higienização dos dentes. 

No Centro Odontológico Dal Pizzol sugerimos enxertos ósseos e colágeno em todas as extrações dentárias que não sejam dos sisos. Priorizamos uma boa formação óssea para podermos proceder com a colocação de implantes dentários e proporcionar uma reposição do dente e da estrutura adjacente com ausência ou diminuição das consequências da perda. Leia mais em: Enxertos.

 Texto escrito na íntegra pelo dr. Mauro Dal Pizzol. Cópias não autorizadas.

 

 

 

(51) 3592-6006 | contato@clinicadalpizzol.com.br