TOXINA BOTULÍNICA E PREENCHIMENTOS FACIAIS

 

    Podemos utilizar as toxinas botulínicas e preenchedores, como o ácido hialurônico, para corrigir linhas de sorriso, altura  de gengiva aparente, bruxismo, enxaqueca, linhas de expressão, distonias musculares e muitas outras alterações estéticas e funcionais. A aplicação é rápida e muito eficaz. 

    O tratamento pode visar fins exclusivamente estéticos, para melhorar a harmonia da face e sorriso, ou terapêuticos.

    Aplicamos Rollers faciais Dr. Roller, fios de PDO da marca Coreana Miracu ( leia em tratamentos ) e apenas a toxina e preenchedores da marca BotoxAllerganEUA para garantir a obtenção dos melhores resultados. 

   

Saiba mais: 

    A marca americana da toxina botulínica foi a primeira a ser liberada para uso estético (em rugas de expressão), por isso é a mais conhecida. 

    Nos Estados Unidos ela foi aprovada em 2002 pelo FDA (Food and Drug Administration) para o uso cosmético e em 2004 para hiperidrose.

    Até hoje é a única marca de toxina botulínica tipo A aprovada para este fim nos Estados Unidos.

Fonte: wikipedia.com

 

 

Origem

 

No final da década de 60, o oftalmologista americano Alan B. Scott, que buscava alternativas para o tratamento não cirúrgico do estrabismo, obteve do Dr. Edward J. Schantz, amostras da toxina botulínica tipo A para testá-la em músculos extra oculares de macacos. A experiência foi bem sucedida e Scott publicou seu primeiro trabalho sobre o assunto em 1973, confirmando a toxina botulínica tipo A como uma alternativa eficaz para o tratamento não cirúrgico do estrabismo.

Ainda na década de 70, Scott recebeu autorização do FDA (Food and Drug Administration), órgão que regula o setor de medicamentos dos Estados Unidos para utilizar a toxina em seres humanos, conduzindo estudos durante os anos de 1977 e 1978. Ele descobriu que o produto, quando injetado, relaxava os músculos. Deduziu então que uma aplicação local – em determinados músculos – interrompia momentaneamente o movimento muscular anormal e, dessa forma, corrigia o problema.

E foi a partir do uso terapêutico, que surgiu o uso cosmético. Quando o casal canadense Jean e Alastair Carruthers, oftalmologista e dermatologista respectivamente, observou a melhora das rugas em pacientes tratados para indicações terapêuticas, como blefaroespamo, iniciaram os primeiros estudos na área. Deste então, o uso cosmético da toxina botulínica tipo A evoluiu e se expandiu em todo mundo.

Fonte: wikipedia.com

 

 

Profissionais habilitados

No Brasil apenas médicos e dentistas devidamente habilitados podem realizar procedimentos utilizando a toxina botulínica.

Fonte: wikipedia.com

(51) 3592-6006 | contato@clinicadalpizzol.com.br