As Infeções dentárias ocultas podem aumentar o risco de doença cardíaca

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Helsínquia, uma infeção na ponta da raiz de um dente aumenta o risco de doença arterial coronária, mesmo sendo assintomática. Este tipo de infeção é muito comum e são normalmente detetados por acaso a partir de raios-X.

Segundo John Liljestrand um dos pesquisadores, o Síndrome de Coronária Aguda é 2,7 vezes mais comum entre os pacientes com dentes não tratados e com necessidade de tratamento de canal radicular do que entre os pacientes sem esta patologia,

O estudo foi realizado no Departamento de Doença Oral e Maxilofacial da University of Helsinki, em cooperação com o Heart and Lung Centre at Helsinki University Hospital.

 

A infeção dentária da ponta da raiz, ou periodontite apical, é uma reação de defesa do corpo contra a infeção microbiana na polpa dentária. Cárie é a causa mais comum de infeção ponta da raiz dental.

Hoje, há mais informação disponível sobre a ligação entre infeções orais e muitas doenças crónicas comuns. Por exemplo, a periodontite, é considerado como um fator de risco independente para a doença arterial coronária e diabetes.

O estudo consistiu em 508 pacientes finlandeses com idade média de 62 anos, que sofriam de sintomas cardíacos no momento do estudo. As artérias coronárias foram examinadas por meio de angiografia, e detetou-se que 36% sofriam de doença arterial coronária estável, 33% tinham a síndrome coronária aguda, e 31% não sofria de doença arterial coronária. Os dentes e maxilares foram examinados com tomografia panorâmica dos dentes e maxilares, e 58% sofriam de uma ou mais lesões inflamatórias.

Os investigadores também descobriram que as infeções na ponta da raiz dos dentes estão ligados a um elevado nível soro de anticorpos relacionadas com bactérias comuns causadores de tais infeções. Isto mostra que as infeções orais também afetam outras partes do corpo. As análises estatísticas tiveram em conta a idade, sexo, tabagismo, diabetes tipo 2, índice de massa corporal, periodontite e o número de dentes.

As doenças cardiovasculares causam mais de 30% das mortes a nível mundial. Podem ser prevenidas por uma dieta saudável, controle de peso, exercício e não fumar. No que diz respeito à saúde do coração, devem ser tomadas medidas para prevenir ou tratar as  infeções orais que são muito comum e muitas vezes assintomática. O tratamento de canal de um dente infetado pode reduzir o risco de doença cardíaca, mas é necessária mais investigação.

 

Fonte:   University of Helsinki.  - Journal of Dental Research.

Artigo complete: "Hidden tooth infections may predispose people to heart disease"

Jornaldentistry.pt

(51) 3592-6006 | (51) 3572-2503 | contato@clinicadalpizzol.com.br